VÁRZEA GRANDE

TECNOLOGIA

Twitter libera recurso que permite remover seguidores sem bloqueá-los

Avatar

Publicados

TECNOLOGIA


source
Twitter lança novo recurso para remover seguidores
Unsplash

Twitter lança novo recurso para remover seguidores

Seguindo com o objetivo de oferecer mais controle e segurança aos seus usuários, o Twitter liberou um novo recurso que permite a qualquer pessoa remover um seguidor sem bloqueá-lo. Essa ação também é conhecida como “soft block”, e quando executada não exibe notificação para o seguidor que é removido, dando prioridade para quem optou pela decisão.

Diferente do que acontece quando você usa o recurso de bloquear um usuário, ao utilizar a opção de “Remover o seguidor”, a pessoa ainda poderá ver os seus tweets e enviar mensagens diretas, entretanto os seus tweets não aparecerão no feed desta pessoa. Vale lembrar que quando você remove um seguidor ele pode voltar a segui-lo, se assim desejar.

Leia Também

Para remover um seguidor, basta acessar seu perfil, clicar em seguidores, depois no ícone com três pontos e selecionar a opção “Remover este seguidor”.

A opção de remover seguidores estava sendo testada pelo Twitter desde o início de setembro, se tornando um dos recursos mais recentes da plataforma para dar aos usuários um maior controle sobre sua experiência e tentar combater casos de abuso e assédio.

Leia Também:  Google transforma seus rabiscos em desenhos profissionais; saiba como

Twitter trabalha em Modo de Segurança para bloquear contas abusivas

Durante o mês de setembro, o Twitter também estava realizando testes em um Modo de Segurança visando  banir automaticamente contas com condutas abusivas. O recurso foi disponibilizado para um pequeno grupo de usuários de língua inglesa no iOS, Android e Web.

“Quando o recurso é habilitado em suas Configurações, nossos sistemas avaliam a probabilidade de um envolvimento negativo, considerando o conteúdo do tweet e a relação entre o autor do tweet e a pessoa que responde”, informa Jarrod Doherty ao blog do Twitter.

Com esses testes em andamento é possível que mais mudanças apareçam em breve no Twitter. 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

Streamer que bateu recorde na Twitch migra para YouTube Gaming

Avatar

Publicados

em

Por


source

Ludwig Ahgren tinha 3,1 milhões de seguidores na Twitch (Imagem: Reprodução/YouTube Mogul Mail)

O streamer Ludwig Ahgren, conhecido por quebrar o recorde de inscrições em um único mês na Twitch, saiu da plataforma da Amazon para fazer lives com exclusividade no YouTube Gaming. Com sua saída, Ahgren deixou para trás as marcas de 3,1 milhões de seguidores e mais de 27 mil subs ativos que tinha em seu canal.

Na live de despedida, Ahgren explicou brevemente os motivos que o levaram a trocar de plataforma. Segundo o streamer, o contrato oferecido pelo YouTube era mais interessante, pois valorizava a produção de conteúdos diversificados e que exigem mais tempo para ficarem prontos, como álbuns de músicas e outras atividades interativas com os espectadores.

Ahgren não deu muitos detalhes sobre as cláusulas do contrato com o YouTube, mas disse que, se ele continuasse na Twitch, teria que “ficar reagindo a vídeos e jogando Super Auto Pets só para acumular horas de stream”. No momento, o canal de Ahgren no YouTube já conta com mais de 2,1 milhões de inscritos.

Leia Também:  Windows 11 vem aí? Microsoft anuncia quando será o fim do Windows 10

Além de Ahgren, outros streamers gigantes saíram da Twitch e mudaram para o YouTube Gaming neste ano. Ben “DrLupo” Lupo e Tim “TimTheTatMan” Betar, por exemplo, abandonaram a plataforma da Amazon em agosto e setembro, respectivamente. O YouTube ainda conta com nomes como Jack “CouRage” Dunlop e Rachell “Valkyrae” Hofstetter.

Leia Também

Streamers do Brasil estão criticando o repasse da Twitch

A Twitch vem sendo bastante criticada nos últimos dias pelas mudanças recentes na precificação dos subs e na quantidade de horas de stream necessárias para bater as metas da plataforma. No Brasil, por exemplo, streamers menores tiveram o faturamento muito prejudicado por essas novas regras.

Há relatos nas redes sociais de streamers que perderam mais da metade da renda mensal com isso. Para tentar amenizar o problema, a Twitch oferece um auxílio em dinheiro para os canais. Contudo, para receber esse pagamento, é preciso cumprir um banco de horas mensal que pode passar das 100 horas.

Leia Também:  Esquema do Facebook para evitar vazamentos de informações… vaza

Para bater a meta, streamers estão fazendo reprises de lives, deixando a transmissão aberta enquanto dormem ou simplesmente exibindo uma tela preta por horas. Até o momento, a Twitch ainda não se pronunciou sobre essa questão publicamente. Enquanto isso, cada vez mais criadores grandes e pequenos trocam de plataforma.

Com informações: The Verge .

Streamer que bateu recorde na Twitch migra para YouTube Gaming

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA