VÁRZEA GRANDE

TECNOLOGIA

Streamer que bateu recorde na Twitch migra para YouTube Gaming

Avatar

Publicados

TECNOLOGIA


source

Ludwig Ahgren tinha 3,1 milhões de seguidores na Twitch (Imagem: Reprodução/YouTube Mogul Mail)

O streamer Ludwig Ahgren, conhecido por quebrar o recorde de inscrições em um único mês na Twitch, saiu da plataforma da Amazon para fazer lives com exclusividade no YouTube Gaming. Com sua saída, Ahgren deixou para trás as marcas de 3,1 milhões de seguidores e mais de 27 mil subs ativos que tinha em seu canal.

Na live de despedida, Ahgren explicou brevemente os motivos que o levaram a trocar de plataforma. Segundo o streamer, o contrato oferecido pelo YouTube era mais interessante, pois valorizava a produção de conteúdos diversificados e que exigem mais tempo para ficarem prontos, como álbuns de músicas e outras atividades interativas com os espectadores.

Ahgren não deu muitos detalhes sobre as cláusulas do contrato com o YouTube, mas disse que, se ele continuasse na Twitch, teria que “ficar reagindo a vídeos e jogando Super Auto Pets só para acumular horas de stream”. No momento, o canal de Ahgren no YouTube já conta com mais de 2,1 milhões de inscritos.

Leia Também:  PlayStation realiza semana de descontos em jogos de PS4 e PS5; veja quais

Além de Ahgren, outros streamers gigantes saíram da Twitch e mudaram para o YouTube Gaming neste ano. Ben “DrLupo” Lupo e Tim “TimTheTatMan” Betar, por exemplo, abandonaram a plataforma da Amazon em agosto e setembro, respectivamente. O YouTube ainda conta com nomes como Jack “CouRage” Dunlop e Rachell “Valkyrae” Hofstetter.

Leia Também

Streamers do Brasil estão criticando o repasse da Twitch

A Twitch vem sendo bastante criticada nos últimos dias pelas mudanças recentes na precificação dos subs e na quantidade de horas de stream necessárias para bater as metas da plataforma. No Brasil, por exemplo, streamers menores tiveram o faturamento muito prejudicado por essas novas regras.

Há relatos nas redes sociais de streamers que perderam mais da metade da renda mensal com isso. Para tentar amenizar o problema, a Twitch oferece um auxílio em dinheiro para os canais. Contudo, para receber esse pagamento, é preciso cumprir um banco de horas mensal que pode passar das 100 horas.

Leia Também:  Meta, dona do Facebook, libera plataforma de metaverso para o público

Para bater a meta, streamers estão fazendo reprises de lives, deixando a transmissão aberta enquanto dormem ou simplesmente exibindo uma tela preta por horas. Até o momento, a Twitch ainda não se pronunciou sobre essa questão publicamente. Enquanto isso, cada vez mais criadores grandes e pequenos trocam de plataforma.

Com informações: The Verge .

Streamer que bateu recorde na Twitch migra para YouTube Gaming

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

Microsoft fala com Sony e planeja manter Call of Duty no PlayStation

Avatar

Publicados

em

Por


source
Microsoft conversa com Sony e planeja manter Call of Duty no PlayStation
Felipe Vinha

Microsoft conversa com Sony e planeja manter Call of Duty no PlayStation

Após a Sony expressar preocupação com a série Call of Duty , Phil Spencer, diretor da linha Xbox na Microsoft, comentou em seu Twitter que conversou com representantes da empresa a respeito e disse que planeja manter COD como um game multiplataforma nos consoles PlayStation. Vale lembrar que a Microsoft anunciou a compra da Activision Blizzard, produtora da marca, há poucos dias.

“Tive boas conversas nesta semana com líderes da Sony. Confirmei nossa intenção de honrar todos os acordos existentes após a aquisição da Activision Blizzard e nosso desejo de manter Call of Duty no PlayStation. A Sony é uma parte importante do nosso setor e valorizamos nosso relacionamento”, disse Spencer.

A declaração foi bem recebida por fãs na rede social, que elogiaram a liderança do executivo na hora de tomar decisões importantes e em não incitar a guerra de consoles, ao elogiar a concorrência direta da Sony.

Leia Também

Sony demonstrou preocupação

Ao comentar pela primeira vez sobre a aquisição da Microsoft, representantes da Sony demonstraram preocupação especialmente com Call of Duty. “Esperamos que a Microsoft cumpra os acordos contratuais e continue a garantir que os jogos da Activision sejam multiplataforma”, disse a Sony ao The Wall Street Journal. Vale lembrar que Call of Duty já teve um acordo de “exclusividade” com o PlayStation para conteúdo extra, em 2015, durante cinco anos.

Call of Duty: Black Ops Cold War foi o segundo jogo mais jogado do PS5 ao longo de todo o ano de 2021, de acordo com a Sony, perdendo apenas para Fortnite , outro título multiplataforma. Call of Duty também ficou no topo dos jogos mais vendidos do ano nos Estados Unidos, nos últimos 12 meses.

Vale lembrar que a Microsoft pode ou não manter a exclusividade de alguns futuros jogos da Activision Blizzard, como fez com a Bethesda, que também comprou. O game Starfield , um dos mais aguardados de 2022, será exclusivo do Xbox por este motivo, por exemplo.

Microsoft conversa com Sony e planeja manter Call of Duty no PlayStation

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA