VÁRZEA GRANDE

TECNOLOGIA

Lances para ‘comprar a internet’ chegam a quase R$ 14 milhões

Avatar

Publicados

TECNOLOGIA


source
Tim Berners-Lee, criador da World Wide Web
Creative Commons

Tim Berners-Lee, criador da World Wide Web

código-fonte da World Wide Web está sendo leiloado como NFT e os lances já alcançam US$ 2,8 milhões – cerca de R$ 13,8 milhões – na tarde desta segunda-feira (28).

O leilão está sendo organizado pela Sotheby’s , e o vendedor é ninguém menos que Tim Berners-Lee , criador da rede mundial de computadores . O leilão , que procurava atrair pessoas de várias camadas da sociedade, começou com lances de US$ 1 mil, mas logo se tornou um evento milionário. Ofertas serão aceitas até quarta-feira (30).

Ao todo, quatro itens relacionados à criação da World Wide Web estão inclusos no pacote do leilão: os arquivos com registros de data e hora originais do código-fonte do WWW, uma visualização animada do código-fonte , que tem nove mil linhas, uma carta escrita por Berners-Lee sobre sua invenção e um pôster digital do código.

Vale lembrar as vendas serão realizadas em NFT , ou seja, quem comprar o código-fonte da rede mundial de computadores não o terá de fato, mas apenas será dono de um certificado digital de posse.

Leia Também:  Tinder lança recurso para facilitar o match; saiba como usar

Você viu?

Apesar de ter viabilizado o funcionamento da internet da forma que conhecemos hoje,  Berners-Lee nunca ganhou dinheiro com sua invenção, criada entre 1989 e 1991.

O código da rede mundial de computadores nunca chegou a ser patenteado e, na ocasião, foi disponibilizado gratuitamente em domínio público pelo laboratório de física de partículas Cern, na Suíça, onde o programador inglês trabalhava. Isso permitiu que a tecnologia fosse adotada em todo o mundo.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

Microsoft fala com Sony e planeja manter Call of Duty no PlayStation

Avatar

Publicados

em

Por


source
Microsoft conversa com Sony e planeja manter Call of Duty no PlayStation
Felipe Vinha

Microsoft conversa com Sony e planeja manter Call of Duty no PlayStation

Após a Sony expressar preocupação com a série Call of Duty , Phil Spencer, diretor da linha Xbox na Microsoft, comentou em seu Twitter que conversou com representantes da empresa a respeito e disse que planeja manter COD como um game multiplataforma nos consoles PlayStation. Vale lembrar que a Microsoft anunciou a compra da Activision Blizzard, produtora da marca, há poucos dias.

“Tive boas conversas nesta semana com líderes da Sony. Confirmei nossa intenção de honrar todos os acordos existentes após a aquisição da Activision Blizzard e nosso desejo de manter Call of Duty no PlayStation. A Sony é uma parte importante do nosso setor e valorizamos nosso relacionamento”, disse Spencer.

A declaração foi bem recebida por fãs na rede social, que elogiaram a liderança do executivo na hora de tomar decisões importantes e em não incitar a guerra de consoles, ao elogiar a concorrência direta da Sony.

Leia Também

Sony demonstrou preocupação

Ao comentar pela primeira vez sobre a aquisição da Microsoft, representantes da Sony demonstraram preocupação especialmente com Call of Duty. “Esperamos que a Microsoft cumpra os acordos contratuais e continue a garantir que os jogos da Activision sejam multiplataforma”, disse a Sony ao The Wall Street Journal. Vale lembrar que Call of Duty já teve um acordo de “exclusividade” com o PlayStation para conteúdo extra, em 2015, durante cinco anos.

Call of Duty: Black Ops Cold War foi o segundo jogo mais jogado do PS5 ao longo de todo o ano de 2021, de acordo com a Sony, perdendo apenas para Fortnite , outro título multiplataforma. Call of Duty também ficou no topo dos jogos mais vendidos do ano nos Estados Unidos, nos últimos 12 meses.

Vale lembrar que a Microsoft pode ou não manter a exclusividade de alguns futuros jogos da Activision Blizzard, como fez com a Bethesda, que também comprou. O game Starfield , um dos mais aguardados de 2022, será exclusivo do Xbox por este motivo, por exemplo.

Microsoft conversa com Sony e planeja manter Call of Duty no PlayStation

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA