VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA MT

Comunidade indígena de General Carneiro recebe ambulância via emenda parlamentar

Avatar

Publicados

POLÍTICA MT


Foto: VÂNIA NEVES

O município de General Carneiro acaba de receber ambulâncias novas. De acordo com o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, o recurso, destinado via emenda parlamentar, foi na ordem de R$ 150 mil para a aquisição de um desses veículos com contrapartida do município. A ambulância vai atender a comunidade Sangradouro, composta por 35 aldeias dentro da área Xavante. 

“É uma alegria ver esta demanda concluída, um pedido do saudoso vereador Heder Caio, dos vereadores Valdecy e José Mauro e do nosso amigo Luiz Antônio, presidente do assentamento Santa Cássia. Com certeza a comunidade agora será melhor assistida nas condições de logística para a saúde”, pontuou Nininho. 

O vereador José Mauro agradeceu o deputado em nome dos seus colegas e da população. “É gratificante ver a atenção que o deputado Nininho tem com os municípios, em especial, os que estão distantes da capital como ocorre com nossa cidade. Nós acompanhamos as ações dele presentes em cerca de 80% dos municípios do nosso estado, independente de sigla partidária, ele tá sempre pronto para receber as pessoas”, destacou José Mauro.

Leia Também:  Teatro Zulmira é palco de live com canções de Cartola nesta quarta (28)

Para o parlamentar, a ambulância para a comunidade Sangradouro traz de volta dignidade e respeito à população. 

“A comunidade está localizada a 172 quilômetros da sede do município. Esse veículo é mais que necessário para atender essas pessoas. Agradecemos o governador Mauro Mendes por entender e ser pontual com os compromissos com o nosso povo”, ratificou o parlamentar.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Faissal cobra informações sobre o local onde o governo pretende construir hospital regional em confresa

Avatar

Publicados

em

Por


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

O deputado estadual Faissal Calil (PV) apresentou, na sessão da manhã desta quarta-feira (23), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), um requerimento de informações (nº 307/2021) sobre a obra do Hospital Regional do Araguaia, em Confresa.  O parlamentar pede explicações sobre a posse do imóvel onde o  governo do estado quer instalar a unidade de saúde, além de supostas irregularidades relativas ao local onde ele será construído.

Faissal questiona no pedido se foi analisado pelo governo do estado, no parecer homologado sobre a construção do hospital regional, em Confresa, a titularidade do imóvel. O deputado aponta que a empresa Frenova Imobiliária e Negócios Ltda., que quer vender o espaço onde a obra será erguida, sequer possui a posse do terreno. A área foi alvo de uma disputa judicial que tramitou na 1ª Vara de Porto Alegre do Norte,  com processo já transitado em julgado e posse em favor de Ricardo Aloísio Babinski.

“Quem, em sã consciência, iria adquirir um imóvel em litígio? Acredito que ninguém, mas o Estado de Mato Grosso quer fazer isso. Quem quer vender, sequer tem a posse, pois esta pessoa a perdeu em juízo, já transitado em julgado. Ninguém compraria um imóvel só no papel, sem ter a posse, que é o principal”, afirmou.

Leia Também:  Câmara Setorial da Mulher define detalhes do Seminário

A instalação do hospital regional estava prevista para ser feita em Porto Alegre do Norte, mas a atual gestão do governo do estado decidiu alterar os planos e instalar a unidade de saúde em Confresa. No pedido de informações, Faissal questiona ainda sobre a existência de um lixão localizado bem próximo ao local onde será erguida a obra, o que, segundo o parlamentar, seria mais um transtorno.

“Vejo isso de duas formas. Ou o governo do estado não quer fazer este hospital, ou está me ‘cheirando mal’. Esta mudança de sede, de Porto Alegre do Norte para Confresa, fede. Fede tanto quanto o lixão localizado logo atrás do local onde o Executivo quer instalar esta unidade de saúde. Este Parlamento precisa conversar com o governador e o secretário de Saúde para tentar convencer o Estado a rever esta questão. Esta pessoa que quer vender, sequer tem o que vender”, completou.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA