VÁRZEA GRANDE

POLÍCIA

Polícia Civil incinera uma tonelada de entorpecentes apreendidos em seis meses em Rondonópolis

Avatar

Publicados

POLÍCIA


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil em Rondonópolis realizou nesta quinta-feira (10.06) a primeira incineração de entorpecentes do ano. Nos fornos de uma empresa no Distrito Industrial do município, a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos organizou a incineração de uma tonelada de drogas, entre maconha e cocaína.

Com acompanhamento da Vigilância Sanitária e representantes do Ministério Público, Poder Judiciário e a imprensa local foram queimados entorpecentes apreendidos pelas forças de segurança do município no período entre dezembro do ano passado até início de junho deste ano.

O entorpecente é liberado para incineração após realização de perícia oficial e autorização judicial. A quantidade de droga incinerada nesta quarta-feira em um armazém de soja foi possível secar aproximadamente 300 mil toneladas do grão.

O delegado da Derf de Rondonópolis, Santiago Rozendo Sanches, explica que a incineração faz parte da Operação Narco Brasil, uma ação integrada iniciada na última semana pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública na prevenção, inteligência e repressão ao tráfico de drogas em todo o país.

Leia Também:  Polícia Civil prende homem que se passou por médico para extorquir dinheiro de vítima

A Narco Brasil é coordenada pela Secretaria de Operações Integradas, com atuação das polícias Civis e Militares das unidades da federação e parceria com a Secretaria Nacional de Política sobre Drogas, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Casal é preso com porções de entorpecentes e mais de R$ 2 mil em Rondonópolis

Avatar

Publicados

em

Por


Assessoria | Polícia Civil-MT

Mais de 30 porções de entorpecentes, entre pasta base de cocaína e maconha e cerca de R$ 2 mil em dinheiro oriundo da venda de drogas, foram apreendidos pela Polícia Civil nesta quarta-feira (23.06), em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá).

Um casal foi preso na ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município. Os suspeitos, de 20 anos, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Durante investigação os policiais civis identificaram que os envolvidos vinham comercializando as substâncias ilícitas no bairro Jardim Ipanema. O casal passou a ser monitorado, ficando constatado que além da venda na residência, eles utilizavam uma motocicleta Honda Fan para fazer a entrega de drogas no sistema delivery.

No decorrer do trabalho de vigilância a equipe recebeu informações que havia grande quantidade de dinheiro na casa, proveniente da venda ocorrida na noite anterior.

Com base nos fatos, os policiais civis se aproximaram do local, momento em que avistaram o investigado saindo em uma motocicleta Honda Fan. Diante das fundadas suspeitas, foi realizado o acompanhamento e na sequência a abordagem do rapaz.

Leia Também:  Polícia Civil prende homem que se passou por médico para extorquir dinheiro de vítima

Na busca pessoal, foi apreendido no bolso da bermuda do suspeito duas porções de maconha e várias notas de dinheiro trocado. Diante do flagrante, os policiais civis retornaram à residência do casal, onde a suspeita ao perceber a presença da equipe quebrou o aparelho celular.

Dentro do imóvel foram localizadas mais porções de maconha, e no quarto do casal apreendido outra quantia em dinheiro. Após o flagrante ambos foram levados até a Derf, onde uma policial feminina procedeu com a busca pessoal da suspeita e localizou 28 porções de pasta base de cocaína, escondidas na roupa íntima da conduzida.

Ao todo foram apreendidas 35 porções de entorpecentes, R$ 2 mil em dinheiro, aparelhos celulares, entre outros materiais. O casal foi interrogado e autuado em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Após a confecção dos autos, eles foram colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA