VÁRZEA GRANDE

POLÍCIA

Polícia Civil cumpre mandado de internação contra menor suspeito de abusar de prima de 08 anos em Poconé

Avatar

Publicados

POLÍCIA


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil cumpriu na manhã desta quarta-feira (21.07) o mandado de internação contra um adolescente suspeito de abusar de sua prima de apenas 08 anos de idade, no município de Poconé (104 km ao sul de Cuiabá). O mandado de internação provisória foi expedido contra o menor pelo ato infracional de estupro de vulnerável.

Os fatos aconteceram no mês de abril de 2021, ocasião em que o padrasto da vítima teve o mandado de prisão cumprido pelo estupro de vulnerável da menor e o adolescente também foi apreendido pelo mesmo ato.

As investigações iniciaram após a equipe da Delegacia de Poconé receber a comunicação da situação de estupro de vulnerável, em que o adolescente abusou sexualmente da prima, sendo também descoberto posteriormente os abusos praticados pelo padastro.

O caso veio à tona, após o adolescente de 14 anos (primo da vítima) ser flagrado por familiares abusando da menor. Durante conversa com criança, ela também revelou que sofria constantes abusos sexuais praticados pelo padrasto.

Leia Também:  Terceira edição de livro de Polícia Judiciária tem autoria de cinco delegadas de Mato Grosso

Com base nas informações, foi instaurado inquérito policial contra o padastro que foi preso preventivamente no mês de abril. Em relação ao menor, o Ministério Público pediu a internação provisória do adolescente. A ordem judicial foi cumprida, nesta quarta-feira (21), pelos policiais da Delegacia de Poconé, sendo o menor localizado em uma propriedade rural do município.

“Com a internação do adolescente, mais um caso de abuso sexual infantil foi esclarecido, dando fim aos abusos sofridos pela vítima”, disse o delegado de Poconé, Maurício Pereira Maciel.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil prende dois suspeitos por ameaça e extorsão por dívida de drogas

Avatar

Publicados

em

Por


Assessoria | Polícia Civil-MT

Dois homens que ameaçavam uma família por dívida de drogas foram presos pela Polícia Civil, na sexta-feira (23.07), no município de Jauru (425 km a oeste de Cuiabá), durante diligências para averiguar uma denúncia anônima. 

Os suspeitos de 35 e 30 anos, ambos com passagens e condenações por vários crimes, foram autuados em flagrante pelos crimes de extorsão e desobediência. 

A Delegacia de Polícia de Jauru recebeu uma denúncia anônima sobre uma pessoa que estava sendo ameaçada gravemente por traficantes cobradores, em razão de uma dívida de drogas. 

De imediato os policiais civis foram até o local no bairro Cohab Branca, onde ao chegarem visualizaram os dois suspeitos na casa da vítima. Na ocasião, os dois homens começaram a se alterar e na frente da equipe disseram que iriam matar a vítima por ter chamado a polícia.

Eles também assumiram que estavam no endereço para cobrar a dívida de drogas, e ainda desferiram socos e chutes contra uma das vítimas. 

Leia Também:  Investigador há 19 anos, Adilson Figueiredo traz das experiências em campo aprendizados para a vida

A vítima mostrou vários áudios enviados pelos suspeitos por meio de aplicativo de celular. Nas mensagens os autores afirmavam que se a dívida não fosse paga até certo horário, ela morreria. Diante dos fatos os dois suspeitos foram detidos, momento em que tentaram reagir e resistir a ação policial. 

Depois de contidos, eles foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Jauru, interrogados pela delegada Bruna Caroline Fernandes de Laet, e presos em flagrante pelos crimes de extorsão e desobediência. Após a confecção dos autos os conduzidos foram apresentados e colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA