VÁRZEA GRANDE

POLÍCIA

Dois suspeitos do roubo a cooperativas de crédito no norte de MT são presos pela Polícia Civil

Avatar

Publicados

POLÍCIA


Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois criminosos envolvidos nos roubos a duas cooperativas de crédito em Nova Bandeirantes (1.026 km ao norte de Cuiabá) foram presos pela Polícia Civil nesta quarta-feira (23.06), em Nova Monte Verde, durante diligências realizadas pela equipe da delegacia do município.

As prisões ocorreram no momento em que os suspeitos negociavam a compra de um veículo, mas não efetivaram a aquisição. Em poder dos suspeitos foi apreendido R$ 35.251,00 mil em dinheiro, além de outros itens utilizados na prática dos roubos, como roupas camufladas, arma de fogo e munições.

Entre as armas apreendidas estão um fuzil .30, que aparece em posse dos suspeitos nas imagens dos circuitos de segurança das agências bancárias.

Após a tentativa de compra que não foi efetivada, um dos suspeitos foi abordado em via pública e o segundo em uma residência nas proximidades. Na abordagem, foi encontrada uma quantia em dinheiro em poder dos suspeitos e chaves de um quarto de hotel, onde eles estavam hospedados.

Leia Também:  Polícia Civil apreende 20 tabletes de skunk e R$ 4 mil em dinheiro com traficante em Cuiabá

Em buscas na residência foram apreendidas mais notas de diversos valores em sacolas, um fuzil, que estava camuflado em meio a lixo e carregadores. No hotel foram localizadas roupas camufladas, luvas e outros pertences pessoais.

Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Nova Monte Verde, onde serão interrogados pelo delegado Antenor Pimentel Marcondes e autuados em flagrante pelos crimes de roubo majorado, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Segundo o delegado da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, o flagrante será realizado na Delegacia de Nova Monte Verde e o procedimento será posteriormente encaminhado ao GCCO, sendo representado pela conversão da prisão em flagrante dos suspeitos em prisão preventiva.

“É importante ressaltar que a ação foi realizada por policiais civis da Delegacia de Nova Monte Verde. Os policiais civis da cidade por conhecer bem a região vêm auxiliando muito no trabalho investigativo, que avança a cada dia, na identificação dos suspeitos envolvidos direta e indiretamente nos crimes”, disse o delegado.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre prisão de principal suspeito de homicídio ocorrido em fevereiro em Confresa

As diligências na região continuam em andamento contando com a participação das equipes da GCCO, GOE e Delegacia Regional de Alta Floresta.

Dinheiro recuperado e identificação

Ainda no final da tarde desta terça-feira (22.06), o Batalhão de Operações Especiais (Bope) voltou ao local do confronto entre policiais militares da Força Tática e de dois suspeitos do assalto às cooperativas de crédito, ocorrido na segunda-feira (21.06) e acabou encontrando R$ 45.025,00 em dinheiro após varredura na área. Também foram encontradas gandolas camufladas, roupas e uma rede de selva.

Além disso, a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) identificou pela papiloscopia os dois suspeitos mortos no confronto de segunda-feira. Trata-se de Diego Almeida Costa, de 31 anos e Adailton Santos da Silva, de 40 anos.

*Com informações das assessorias da PJC, PM e Politec

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil prende dois suspeitos por ameaça e extorsão por dívida de drogas

Avatar

Publicados

em

Por


Assessoria | Polícia Civil-MT

Dois homens que ameaçavam uma família por dívida de drogas foram presos pela Polícia Civil, na sexta-feira (23.07), no município de Jauru (425 km a oeste de Cuiabá), durante diligências para averiguar uma denúncia anônima. 

Os suspeitos de 35 e 30 anos, ambos com passagens e condenações por vários crimes, foram autuados em flagrante pelos crimes de extorsão e desobediência. 

A Delegacia de Polícia de Jauru recebeu uma denúncia anônima sobre uma pessoa que estava sendo ameaçada gravemente por traficantes cobradores, em razão de uma dívida de drogas. 

De imediato os policiais civis foram até o local no bairro Cohab Branca, onde ao chegarem visualizaram os dois suspeitos na casa da vítima. Na ocasião, os dois homens começaram a se alterar e na frente da equipe disseram que iriam matar a vítima por ter chamado a polícia.

Eles também assumiram que estavam no endereço para cobrar a dívida de drogas, e ainda desferiram socos e chutes contra uma das vítimas. 

Leia Também:  Fiscalização conjunta combate pesca predatória na Baixada Cuiabana

A vítima mostrou vários áudios enviados pelos suspeitos por meio de aplicativo de celular. Nas mensagens os autores afirmavam que se a dívida não fosse paga até certo horário, ela morreria. Diante dos fatos os dois suspeitos foram detidos, momento em que tentaram reagir e resistir a ação policial. 

Depois de contidos, eles foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Jauru, interrogados pela delegada Bruna Caroline Fernandes de Laet, e presos em flagrante pelos crimes de extorsão e desobediência. Após a confecção dos autos os conduzidos foram apresentados e colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA