VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

Polícia Militar prende copiloto de avião que caiu com cocaína em Brasnorte

Avatar

Publicados

MATO GROSSO


A Polícia Militar, por meio da 16ª Companhia Independente da PM, prendeu um homem de 29 anos que declarou ser o copiloto do avião que caiu com entorpecente, na noite da última terça-feira (07.09), na região de Brasnorte. O suspeito foi pego com 300 gramas de maconha e disse que iria receber R$ 50 mil para levar a droga para Goiânia.  

Por volta das 13h, os policiais militares foram acionados por populares que relataram terem visto um homem com uma mochila pedindo carona nas proximidades do Rio Cravari. De imediato, os policiais cercaram a região e localizaram a carreta em que o suspeito havia pegado carona.  A PM encontrou o suspeito do lado externo do veículo (atrás do cavalinho/unidade tratora). Com o homem, a polícia encontrou uma mochila com mantimentos, água, 300 gramas de maconha e roupas.  

O suspeito confessou que era o copiloto do avião com nove fardos de cocaína oriundos da Bolívia, que havia caído na noite de terça-feira (07), após ter sido interceptado por equipes da ação integrada ‘Operação Hórus/Vigia’, envolvendo a Força Aérea Brasileira (FAB), Polícia Federal, Grupo Especial de Fronteira (Gefron), Polícia Militar de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e o Ciopaer.  

Leia Também:  Produções sustentáveis e apresentações artísticas marcam 3ª edição da Feira Gaia

O homem contou ainda para a PM que receberia R$ 50 mil para levar a droga de avião até a cidade de Goiânia, no Estado de Goiás. Ele relatou que o piloto da aeronave foi mudar a rota, quando caíram na região de mata e que estava embrenhado no matagal. 

O motorista que deu carona para o suspeito contou que encontrou o homem após fazer uma parada para o almoço e que só deu a carona para ele porque o suspeito aceitou ser transportado no lado externo da carreta.  A PM detectou que o suspeito apresentava ferimentos pelo corpo. Os policiais conduziram o suspeito para a Polícia Federal.  

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Sexta-feira (21): Mato Grosso registra 594.311 casos e 14.179 óbitos por Covid-19

Avatar

Publicados

em

Por


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (21.01), 594.311 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 14.179 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 4.767 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 594.311 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 23.418 estão em isolamento domiciliar e 555.831 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 156 internações em UTIs públicas e 162 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 77,61% para UTIs adulto e em 33% para enfermaria adulta.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (116.795), Várzea Grande (43.548), Rondonópolis (39.423), Sinop (28.127), Tangará da Serra (19.494), Sorriso (18.783), Lucas do Rio Verde (16.852), Primavera do Leste (16.276), Cáceres (13.349) e Alta Floresta (12.049).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Quarta-feira (14): Mato Grosso registra 469.274 casos e 12.393 óbitos por Covid-19

Sistemas instáveis

Devido à instabilidade dos sistemas do Ministério da Saúde ocorrida nas últimas semanas, não foi possível atualizar os dados do Ranking da Vacinação em Mato Grosso e o número de casos e óbitos da Covid-19 no País. Os dados serão atualizados e divulgados assim que for restabelecido o acesso da SES aos sistemas do Governo Federal.

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

Leia Também:  Biblioteca Estadual Estevão de Mendonça retoma atendimento presencial a partir de segunda (05)

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA