VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

Obras do novo Hospital Julio Muller estão em fase de drenagem do terreno

Avatar

Publicados

MATO GROSSO


A construção do novo Hospital Julio Muller está em fase de execução da drenagem do terreno. As obras foram retomadas pelo Governo de Mato Grosso em novembro de 2021, após mais de seis anos de paralisação.

A área da nova unidade tem 147 hectares e está localizada no km 16 da MT-040, entre Cuiabá e Santo Antônio de Leverger. De acordo com a Secretaria Adjunta de Obras Especiais da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT), os serviços seguem dentro do cronograma de execução e são fundamentais para preparar o terreno e garantir a qualidade da obra.

A ordem de serviço para o início das obras foi assinada no dia 03 de novembro de 2021. O secretário adjunto de Obras Especiais, Isaac Nascimento Filho, explica que a licitação do hospital foi realizada no modelo de Regime Diferenciado de Contratação Integrada (RDCi), no qual a empresa vencedora é responsável por elaborar os projetos e depois executar as obras.

Após a conclusão do processo licitatório em dezembro de 2020, os projetos começaram a ser elaborados em janeiro de 2021. “Foi feito um escaneamento da estrutura toda e esse levantamento constatou que a construção que está lá hoje está preservada e vai ser aproveitada”, explica Isaac.

Leia Também:  Governo de MT reduz carga tributária do Estado em mais de R$ 1,2 bilhão e diminui ICMS sobre o diesel

A obra é executada pelo Consórcio JL-MBM e tem previsão de ser concluída até o fim de 2024. Realizada em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), a obra está orçada em R$ 207,4 milhões, sendo 50% em recursos próprios do Governo de Mato Grosso e outros 50% da União.

Com um total de 58,5 mil metros quadrados de área construída, o novo hospital será o maior de Mato Grosso, com 228 leitos de internação, 68 leitos de repouso, 63 leitos de UTI, sendo 18 pediátricos 25 neonatais, além de 12 centros cirúrgicos, 85 consultórios, 45 salas de exame, 21 salas para banco de sangue e triagem.

“O novo Hospital Universitário Júlio Müller é mais uma obra fundamental para o estado de Mato Grosso e que o governador Mauro Mendes colocou como uma das prioridades de sua gestão”, afirma o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira.

Histórico

As obras do novo Hospital Universitário Júlio Muller começaram em 2012 e estavam previstas para serem entregues em 2014, antes da Copa do Mundo, quando a unidade serviria de apoio para os visitantes da cidade. Devido ao não cumprimento do cronograma, o contrato com a antiga empresa foi rescindido em 2014, com apenas 9% do projeto executado e a obra permaneceu paralisada desde então.

Leia Também:  CGE encerrará expediente mais cedo na sexta-feira para desinfecção do prédio

A atual gestão assumiu todos os projetos do hospital, que precisaram ser refeitos. A licitação foi lançada em maio de 2020 e teve seu resultado publicado em dezembro, com o consórcio JL-MBM sendo declarado vencedor.

A UFMT será responsável pela gestão do hospital, a partir da sua entrega. Além de atender a população da baixada cuiabana, o novo Júlio Muller terá importante papel para a formação acadêmica na área de saúde.

A retomada das obras do novo Hospital Universitário Júlio Muller faz parte do programa Mais MT, sendo classificada pelo governador Mauro Mendes como uma de suas principais ações e uma virada de página na história de obras paralisadas em Mato Grosso.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Sexta-feira (21): Mato Grosso registra 594.311 casos e 14.179 óbitos por Covid-19

Avatar

Publicados

em

Por


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (21.01), 594.311 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 14.179 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 4.767 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 594.311 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 23.418 estão em isolamento domiciliar e 555.831 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 156 internações em UTIs públicas e 162 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 77,61% para UTIs adulto e em 33% para enfermaria adulta.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (116.795), Várzea Grande (43.548), Rondonópolis (39.423), Sinop (28.127), Tangará da Serra (19.494), Sorriso (18.783), Lucas do Rio Verde (16.852), Primavera do Leste (16.276), Cáceres (13.349) e Alta Floresta (12.049).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Provas do processo seletivo da Secretaria Estadual de Educação serão neste domingo (12); confira os locais

Sistemas instáveis

Devido à instabilidade dos sistemas do Ministério da Saúde ocorrida nas últimas semanas, não foi possível atualizar os dados do Ranking da Vacinação em Mato Grosso e o número de casos e óbitos da Covid-19 no País. Os dados serão atualizados e divulgados assim que for restabelecido o acesso da SES aos sistemas do Governo Federal.

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

Leia Também:  Metamat contará com dois equipamentos próprios para perfuração de poços artesianos

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA