VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

“Estamos entregando títulos esperados há décadas pelas famílias em Mato Grosso”, afirma presidente do Intermat

Avatar

Publicados

MATO GROSSO


O Governo de Mato Grosso, por meio Instituto de Terra Mato Grosso (Intermat), vem promovendo uma grande regularização fundiária com a entrega de títulos urbanos e rurais, esperados há mais de três décadas pela população de vários bairros de Cuiabá e outros de demais municípios. Parte desta longa espera foi ocasionada por gestões passadas que iniciaram os trabalhos, mas não o finalizaram.

“Nós estamos pegando vários projetos de regularização fundiária que tiveram apenas início, mas foram deixados pela metade e não foram finalizadas por outras gestões de outros governos passados. A regularização é uma pendência que vem se arrastando há décadas, por isso, estamos concluídas aquelas missões que não foram 100% completas”, disse o presidente do Intermat, Francisco Serafim de Barros, durante entrevista no programa Giro da Rádio Conti FM, de Cuiabá, nesta quarta-feira (23.06).

Ainda de acordo com o gestor da pasta, o Intermat executa um plano de ação para concluir as entregas de títulos urbano e rural atender ao direito do cidadão de receber o documento da sua propriedade.

Leia Também:  STJ atende recurso do Governo de MT e mantém competência da Vara Especializada da Saúde Pública

“O governador Mauro Mendes nos determinou que fosse realizado um levantamento de tudo que foi deixado pela metade, todas as pendências de regularização, não interessa quem começou e abandonou, nossa meta é corrigir as deficiências do passado. O que importa é atender ao cidadão que está precisando do título definitivo da sua residência para que tenha segurança e tranquilidade de ser o dono de direito, totalmente documentado”, afirmou.

Na entrevista, Francisco Serafim destacou ainda que a pandemia da Covid-19 desacelerou os trabalhos de regularização realizado pelo Intermat. Porém, na primeira quinzena de junho 2021, a autarquia, por determinação do governador Mauro Mendes retornou com o processo de entrega de títulos em Cuiabá, levando os documentos na residência do morador.

A realização dos trabalhos de regularização fundiária e entrega de títulos de devidamente registradas em cartórios, aos moradores dos bairros, conta com a parceria da empresa pública MT Par que injetou R$ 7,4 milhões no projeto.

Somente com o imóvel escriturado é que o cidadão é legitimado o proprietário legal, podendo realizar a venda do mesmo, reformar e construir com segurança. Além disso, somente com essa documentação são oportunizadas linhas de diversos financiamentos usando o bem como garantia.

Leia Também:  Policiais penais de Alto Araguaia entregam roupas e alimentos para famílias vulneráveis

Nesta quarta-feira (23.06), serão entregues 600 títulos de propriedade em Cuiabá, no Bairro São João Del Rey. Nos últimos dias, outros 77 títulos foram concedidos para as famílias que moram no assentamento Facão, em Cáceres (a 220 km de Cuiabá).

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Sábado (24): Mato Grosso registra 481.986 casos e 12.617 óbitos por Covid-19

Avatar

Publicados

em

Por


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (24.07), 481.986 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 12.617 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 707 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 481.986 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.875 estão em isolamento domiciliar e 456.929 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 403 internações em UTIs públicas e 319 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 73,41% para UTIs adulto e em 37% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (98.149), Rondonópolis (34.256), Várzea Grande (32.270), Sinop (23.249), Sorriso (16.879), Tangará da Serra (16.539), Lucas do Rio Verde (14.450), Primavera do Leste (12.598), Cáceres (10.493) e Barra do Garças (9.652).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Homem é preso suspeito de furtar carga de 50 toneladas de soja em Campo Verde

O documento ainda aponta que um total de 373.911 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 655 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (23.07), o Governo Federal confirmou o total de 19.632.443 casos da Covid-19 no Brasil e 548.340 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 19.523.711 casos da Covid-19 no Brasil e 547.016 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (24.07).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Educação de MT enfrenta pandemia com tecnologia e valoriza professores

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA