VÁRZEA GRANDE

ESPORTES

Vasco empata com Boavista e avança para as oitavas de final da Copa do Brasil

Avatar

Publicados

ESPORTES


O Vasco da Gama ficou no empate em 1 a 1 com Boavista, pelo jogo de volta da 3ª fase da Copa do Brasil. Como havia vencido o primeiro confronto por 1 a 0, o empate serviu para a classificação para as oitavas de final da competição. O autor do gol vascaíno foi o artilheiro Germán Cano, que chegou ao 32º gol com a camisa cruzmaltina. O próximo compromisso da equipe comandada pelo técnico Marcelo Cabo, será diante do Brasil de Pelotas, no próximo sábado (12/06), às 19h, no Estádio Bento Freitas.

O JOGO

O Vasco começou a partida indo para cima da marcação e buscando sair na frente do placar. Logo aos 3 minutos, Zeca acionou Sarrafiore na entrada da área, porém antes da bola chegar no argentino a defesa conseguiu interceptar. Na sobra, Gabriel Pec percebeu o goleiro adiantado e tentou mandar por cobertura, o gol não saiu porque o goleiro adversário fez uma belíssima defesa e mandou para linha de fundo em escanteio. Na cobrança, Zeca mandou na cabeça de Léo Matos, o camisa 3 subiu mais que a marcação e acabou mandando por cima da meta. Aos 7, Gabriel Pec avançou pela direita e cruzou para Germán Cano com liberdade dentro da área. O camisa 14 finalizou de peixinho e acabou parando em outra defesa do goleiro do Boavista.

Aos 13 minutos, Jean Victor avançou pela esquerda e cruzou para Michel Douglas, que de primeira encheu o pé e abriu o placar: Boavista 1 a 0. Aos 21 minutos, Gabriel Pec cobrou falta para dentro da área e achou Ricardo Graça. O zagueiro vascaíno subiu mais que marcação e testou firme para o gol, porém acabou parando na defesa do goleiro adversário. Aos 23, Zeca avançou pela esquerda e abriu para Sarrafiore, o meia argentino chegou cruzando na direção da pequena e achou Gabriel Pec. O atacante vascaíno aproveitou um erro da defesa adversária e chegou chutando firme, a bola acabou desviando na defesa e saindo pela linha de fundo.

  Inter visita o Vitória na terceira fase da Copa do Brasil

Leia Também:  Coritiba não supera o FC Cascavel em partida válida pela oitava rodada do Estadual

O Vasco voltou para a segunda etapa buscando reverter o placar. A primeira investida vascaína na segunda etapa veio aos 9 minutos, Léo Jabá recebeu pela esquerda, cortou para o meio, passou pela marcação e arriscou a finalização de longa distância. A bola acabou ficando tranquila nas mãos do goleiro adversário. Aos 15, Léo Jabá se livrou bem da marcação pela esquerda e cruzou na área. A bola foi na direção de Germán Cano que acabou não conseguindo dominar e sobrou em Gabriel Pec, o atacante vascaíno pegou de primeira e empatou a partida. Porém após sete minutos de espera, o juiz da partida anulou o gol vascaíno, alegando toque de mão de Germán Cano. Vale ressaltar que nessa fase da competição, ainda não tem VAR.

Aos 26, Léo Jabá avançou pela esquerda, levantou a cabeça e cruzou na segunda trave, procurando Germán cano. O artilheiro vascaíno como de costume, pegou de primeira e empatou a partida: 1 a 1. Aos 31, Léo Jabá pegou a sobra na entrada da área e arriscou a finalização, a bola acabou desviando na marcação e se perdendo pela linha de fundo. Aos 42, Léo Matos recuperou a bola no campo de defesa, avançou e cruzou na área. A bola chegou novamente em Germán Cano, o atacante vascaíno chegou batendo de primeira e acabou mandando muito perto da meta adversária.

  Vasco é superado pelo Athlético-PR e perde de 3 a 0

Leia Também:  Elenco profissional do Palmeiras realiza treino tático e técnico

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 1 BOAVISTA 

Copa do Brasil – 3ª fase

Local: São Januário (RJ)

Data: Quarta-feira, 09/06/2021

Horário: 16h30 (Brasília)

Árbitro: José Mendonça da Silva Junior (PR)

Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Rodrigo Nunes de Sá (PR)

Cartões Amarelos: Sarrafiore e Germán Cano (Vasco) / Kléver, Bull e Gustavo (Boavista)

Gols: Michel Douglas 13/1T; Germán Cano 26/2T

VASCO DA GAMA: Vanderlei, Léo Matos, Ricardo Graça, Ernando e Zeca; Matías (Bruno Gomes), Michel (Romulo) e Sarrafiore (Marquinhos Gabriel); Gabriel Pec (Morato), Léo Jabá (Figueiredo) e Germán Cano – Técnico: Marcelo Cabo

BOAVISTA: Ary Rian (Kléver), Jean Victor, Victor Pereira, Gustavo e Wisney (Caio Felipe); Douglas Pedroso, Ryan (Luis Felipe) e Marion (Ralph); Marquinhos, Jefferson Renan (Bull) e Michel Douglas – Técnico: Leandrão.

foto: Rafael Ribeiro/Vasco

fonte:https://vasco.com.br/vasco-empata-com-o-boavista-e-avanca-para-as-oitavas-de-final-da-copa-do-brasil/

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Martinelli analisa chance de recorde: “Nosso time é capaz de alcançar grandes marcas”

Avatar

Publicados

em

Por


A possibilidade de igualar a maior série invicta do Fluminense em Brasileiros por pontos corridos não interfere em nada o planejamento tricolor. Ao menos é o que garante Martinelli. O volante destacou a qualidade do elenco e valorizou a marca que pode ser atingida, mas fez questão de ressaltar que o foco do time está voltado apenas (e sempre) para o próximo adversário. Neste caso, o Atlético-GO, nesta quarta-feira (23/06), às 19h, no Estádio Antônio Accioly.

“A gente tem um grupo muito qualificado. Nós sabemos que o nosso time é capaz de alcançar grandes marcas neste Brasileiro. Mas a gente está muito focado em fazer nosso trabalho jogo a jogo, e a invencibilidade ao longo do tempo vai vir. Então a gente tem que pensar sempre no próximo jogo”, afirmou o camisa .

Dono da maior invencibilidade de momento no Brasileirão, o Fluminense está muito perto de igualar sua maior sequência de partidas sem derrota na história do campeonato desde que ele passou a ser disputado por pontos corridos. Para igualar a série invicta de 15 jogos de 2010, quando o Tricolor sagrou-se tricampeão brasileiro sob o comando de Muricy Ramalho, a equipe precisa pontuar na partida contra o Atlético-GO.

  No Maracanã, Flamengo perde de 1 a 0 para o Fluminense

Leia Também:  Vasco é superado pelo Operário na estreia do Brasileiro

Para Martinelli, a missão será das mais complicadas, já que, em sua visão, o adversário já demonstrou muita qualidade nas últimas rodadas. Por isso, ele pediu concentração do início ao fim para que o Fluminense consiga um resultado favorável não apenas pela ampliação da sequência invicta, mas para se manter entre os primeiros colocados na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.

“Jogar aqui é sempre muito difícil. Eles têm uma excelente equipe, muito competitiva. Então a gente tem que ter muita atenção para fazer um bom jogo e sair com os três pontos, que vão nos ajudar muito a subir na tabela”, opinou.

A série invicta tricolor, de 14 jogos, se iniciou na edição passada do Brasileiro, quando o time ainda era comandado por Marcão. Com ele, foram seis vitórias e três empates na reta final que ajudou a equipe a conseguir uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores. No campeonato atual, com Roger Machado, o Fluminense soma duas vitórias e três empates.

  Fluminense é derrotado por 3 a 0 pela equipe do Portuguesa -RJ

Leia Também:  Internacional trabalha forte para reta final do Gauchão

Foto: Lucas Merçon/FFC
Texto: Comunicação/FFC

Seja Sócio e receba conteúdos exclusivos, além de ter descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

Fonte: https://www.fluminense.com.br/noticia/martinelli-analisa-chance-de-recorde-nosso-time-e-capaz-de-alcancar-grandes-marcas

COMENTE ABAIXO:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA