VÁRZEA GRANDE

CUIABÁ

Prefeitura atende TAC com Ministério Público e instala três novos equipamentos de monitoramento eletrônico; emissão de notificações começa dia 1º de novembro

Avatar

Publicados

CUIABÁ


Luiz Alves

Clique para ampliar

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) instalou três novos equipamentos de monitoramento eletrônico em Cuiabá, nas aAvenidas – XV de Novembro, cruzamento com a Senador Metelo; XV de Novembro com  a Comandante Suídio e Dom Bosco com a Comandante Costa. A instalação cumpre a determinação de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual (MPE), de Nº 003/2016.  

Neste mês, os aparelhos irão passar por uma aferição do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e, nesse período educativo, os motoristas que passaram pela via acima da velocidade permitida irão receber apenas uma notificação orientativa. Os novos instrumentos de fiscalização somente entrararão em operação (com a emissão de notificações) a partir do dia 1º de novembro de 2021. 

A instalação dos equipamentos de monitoramento foi efetivada  após um estudo da Comissão de Análise de Acidentes de Trânsito composto pelos órgãos: Secretaria de Saúde do Município, Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), da Polícia Judiciária Civil, Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).  

“É possível analisar o Boletim Epidemiológico dos acidentes de trânsito, identificando os fatores e condutas de risco de vítimas do trânsito urbano. Desta forma, todo estudo técnico e análise para implementação de políticas públicas no intuito de diminuir os acidentes de trânsito em Cuiabá, são provenientes dos dados técnicos da Comissão de Análise de Acidentes de Trânsito. As vias que  já possuem a fiscalização eletrônica, nota-se que houve uma diminuição média de 38% no índices de acidentes, consequentemente diminuindo também a mortalidade, cabe ressaltar que o excesso de velocidade é principal fator de risco encontrado em acidentes com vítimas fatais no município”, explica o secretário de Mobilidade, Juares Samaniego. 

No total, a capital conta com 45 pontos de equipamentos de fiscalização eletrônica na capital, todos devidamente sinalizados horizontalmente e verticalmente. 

  
Velocidade permitida nos novos radares 
 
Comandante Suidio x XV de Novembro: 40km.
Xv de Novembro x Suidio:  50km.
Senador Metelo x Xv de Novembro: 40 km.
Xv de Novembro x Senador Metelo: 50 km.
Dom Bosco x Cmte Costa: 30 km.
Cmte Costa x Dom Bosco: 30 km.
 
 
Infrações, penalidades e recursos

Leia Também:  Portaria 109/2021 regulamenta procedimentos e cuidados dos óbitos suspeitos e confirmados em razão da Covid19

As multas para quem trafegar em velocidade acima do permitido devem variar entre R$ 130,16 e R$ 880,41, além da perda de quatro a sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
Os motoristas que quiserem recorrer das multas devem acessar o site www.cuiaba.mt.gov.br onde estão disponibilizados formulários – no link ‘Serviços ao Cidadão’. 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CUIABÁ

Hematologista do HemoRio é convidada do projeto ‘Refletindo sobre a doença falciforme’ nesta quinta-feira

Avatar

Publicados

em

Por


Divulgação

Clique para ampliar

Secretaria de Saúde convida população a participar de conversa ‘Refletindo sobre a doença falciforme’

O projeto “Refletindo sobre a doença falciforme” convida a população a participar de uma série de diálogos online que serão realizados de forma online. Na segunda edição, o encontro ocorrerá nesta quinta-feira (02), às 18 horas, através da plataforma Google Meet (clique no link para participar: http://meet.google.com/gta-wsfq-uit). O tema será abordado com a presença da médica hematologista, assessora técnica e pesquisadora do HemoRio, Clarisse Lobo. Haverá emissão de certificado de participação.

O projeto é uma iniciativa da Associação de Pessoas com Doença Falciforme do Estado de Mato Grosso (ASFAMT) e do Comitê Técnico de Saúde da População Negra, com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), do Grupo de Pesquisa em Enfermagem, Saúde e Cidadania e da Federação Nacional das Associações de Pessoas com Doença Falciforme (Fenafal). 

De acordo com a responsável técnica de Saúde da População Negra da SMS, Nara Nascimento, que também é membro do Comitê Técnico que trata sobre a mesma pauta, o projeto “Refletindo sobre a Doença Falciforme” surgiu de reuniões do Comitê, no qual participam pessoas que convivem com a enfermidade. “O projeto tem como objetivo aperfeiçoar o conhecimento de profissionais, pacientes, familiares, cuidadores e público em geral sobre a doença falciforme, melhorar o atendimento aos pacientes, além de dar maior visibilidade à doença, que em Cuiabá é uma questão de saúde pública”, afirma. 

Leia Também:  Prefeito e primeira-dama ‘inauguram’ viaduto Murilo Domingos a bordo de Miura Saga 787;Veja Fotos

Nara conta ainda que a ideia é fazer encontros virtuais periódico, sempre com um convidado especialista no tema, e também com a divulgação de material educativo sobre a doença falciforme, que, segundo a profissional, acomete mais de 400 pessoas na Capital de Mato Grosso, mas que esse número pode ser ainda maior devido ao fato de muitas pessoas ainda não saberem que têm a doença.

Serviço

O quê: Encontro virtual “Refletindo sobre a doença falciforme”

Quando: Quinta-feira (02), a partir das 18h

Onde: Plataforma Google Meet – http://meet.google.com/gta-wsfq-uit

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA